• touros

Fechar anúncio

18 mai

Crioulos dominam ranking anual das Rédeas

Mesmo com a inserção recente na modalidade, os cavalos da raça Crioula estão conquistando um espaço nas provas e confirmando a sua funcionalidade. Muitos animais têm obtido considerável destaque e conquistado provas de extrema importância. Um dos exemplos foi o título nacional do crioulo Las Callanas Julito, coroado com a Tríplice Coroa da ANCR no dia 09 de abril deste ano.
 
Sob comando do cavaleiro Gabriel Diano, o exemplar conquistou as três provas mais importantes no cenário nacional das Rédeas em 2011: Potro do Futuro, Super Stakes e Derby.
 
A premiação ocorreu na Fazenda Barrinha, na cidade paulista de Espírito Santo do Pinhal. O fato marca outra conquista inusitada: pela primeira vez na história da premiação, em 20 anos, cavalo e cavaleiro conquistaram o título juntos.
 
Para Diano, alcançar os três maiores prêmios da ANCR com Las Callanas Julito foi maravilhoso já que, após cem anos de existência da Tríplice Coroa, apenas três cavaleiros no mundo conquistaram o feito. O cavaleiro ressaltou também que este Crioulo detém, hoje, a liderança do ranking das rédeas e muita força para mais inúmeras conquistas. "O La Callanas Julito é um cavalo excepcional, está comigo há dois anos e cada vez mais mostra que tem muitas disputas pela frente a liderar. É um exemplo de que os crioulos são muito bons na modalidade", completa.
 
Além das conquistas de Gabriel Diano e La Callanas Julito, outros crioulos têm despontado no universo das rédeas. A melhor locação do país (7ºlugar entre 23 participantes) nos Jogos Equestres Mundiais, realizado anualmente em diferentes pontos do mundo, foi conquistada por Wellington Teixeira e o crioulo SJ Rodopio.
 
Considerada a "Copa do Mundo do Cavalo", a disputa organizada pela Federação Equestre Internacional (FEI) foi realizada entre os dias 25 de setembro e 10 de outubro de 2010, no estado norte-americano de Kentucky.
 
Além de Teixeira, João Antônio (Jango) Salgado também levou um cavalo crioulo, impulsionando a equipe brasileira para a 14ª colocação na prova, a melhor do país em Jogos Equestres Mundiais.
 
Em meio à predominância dos Quartos de Milha na modalidade, o Crioulo também ganhou uma prova de rédeas própria para a raça: a Copa Querência. Oranizada pela Associação dos Cavalos de Rédeas (AGCR), a disputa já está na sua 7ª edição e distribui mais de R$ 150 mil em prêmios em 2011.
 
Fonte: Informativo ABCCC
NOTÍCIAS RELACIONADAS