10 jul

Cuba deve abrir mercado à carne bovina in natura do País

Cuba deve abrir mercado à carne bovina in natura do País Cuba deve abrir mercado à carne bovina in natura do País

Cuba deve ser o próximo país a importar carne bovina brasileira in natura, de acordo com nota divulgada pelo ministério da Agricultura. O secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Inácio Kroetz, retornou ontem de Havana, depois de realizar palestras sobre sanidade animal no Brasil. O secretário também reuniu-se com autoridades sanitárias do Instituto de Medicina Veterinária do Ministério da Agricultura de Cuba e com dirigentes de empresas públicas de abastecimento e comercialização de alimentos.

Embora o potencial de importação daquele país seja modesto (pouco mais de 15 mil toneladas de carne bovina/ano), Kroetz considera importante a abertura de novos mercados. "Novos parceiros ampliam o leque de oferta dos produtos brasileiros e reduzem a concentração em outros mercados".

O secretário também informou que, ainda este ano, uma missão cubana virá ao País realizar análises de risco e avaliar a autorização para compra de carne brasileira in natura. O Brasil já exporta para Cuba carne bovina industrializada, operação que rendeu US$ 22,5 milhões no ano passado. Já os embarques de carne de frango in natura para o país renderam US$ 18,9 milhões no mesmo período.