• banner_de_site_genetica_aditiva_1920x546

Fechar anúncio

12 jul

Exportação de carnes cresceu 26,7% no 1º semestre

As exportações brasileiras de carne bovina atingiram 1,363 milhão de toneladas no primeiro semestre de 2007, um avanço de 26,7% em relação a igual período de 2006, de acordo com dados divulgados hoje pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec). A receita cambial registrou elevação em 31% em igual período, ficando em US$ 2,2 bilhões, graças a um aumento no preço médio da carne exportada em cerca de 4%, de US$ 1567 por tonelada para US$ 1625 por tonelada.

Segundo o presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec), Marcus Vinicius Pratini de Moraes, o crescimento das exportações de carne no primeiro semestre está de acordo com as expectativas da entidade. "Apesar de muitas notícias infundadas sobre a sanidade da carne brasileira, os exportadores têm feito um excelente trabalho na venda de cortes especiais e atendem, a cada venda, as exigências dos consumidores nos 180 mercados que o País esta presente", disse.

A Rússia manteve a liderança no ranking dos principais países importadores de carne in natura no semestre. De janeiro a junho, a Rússia comprou 329 mil toneladas, o que representou um resultado em receita cambial de US$ 428,251 milhões. O Egito também manteve a posição de segundo lugar na importação de carne in natura com receita de US$ 191,484 milhões e um volume de 154.821 mil toneladas.

Já em junho, a receita foi de US$ 349 milhões, o que representa um crescimento de 0,60% em relação a igual período de 2006, quando as exportações atingiram US$ 347 milhões. O volume exportado no mês passado foi de 208 mil toneladas, uma queda de 0,98% em relação a junho de 2006. Em junho, a Rússia e o Egito foram os principais importadores respectivamente com 22.350 toneladas e 20.760 toneladas e receita cambial de US$ 41,2 e US$ 38,5 milhões.

Com relação à compra de carne industrializada, os Estados Unidos continuam como lideres em receita cambial. As vendas de carne industrializada para os Estados Unidos no primeiro semestre do ano atingiram US$ 147,983 milhões em receita cambial e 80.765 mil toneladas. O segundo maior país importador de carne enlatada foi o Reino Unido, com US$ 87,657 milhões em valor e um volume de 82.870 mil toneladas.

Fonte: Agência Estado